Letra

Que umidade se sente
a tristeza em minha pele
Pois brota desde centro
onde o sentimento que
Achava seu refúgio,
do mundo se escondia
Onde eu o sentia
como parte de meu ser

Em líquido eu transformo
tudo aquilo que eu senti
Para tirá-lo de meu corpo
quando penso em você
De uma vez por todas
deixar que você se evapore
Matar minha sede,
arrancar meu coração

É que há
lágrimas em minha alma
Que afogam minhas palavras
Enchendo de recordações
cada momento sem você
Lágrimas em minha alma
que nublam o olhar
E me fazem entender que você ainda
existe para mim

Às vezes amanheço
já cansada de chorar
Nessas noites em que você
saciava minha ansiedade
Teus beijos me calavam,
teu corpo me matava
E em silêncio você descobria
minha intimidade

Agora eu te encontro só
em meu coração
No que leva a diário a causa
desta decepção
Não sei se meu olhar
é doce ou salgado
Só sei que não para
de me banhar de dor.

Compartir

Video relacionado

...